quarta-feira, 16 de julho de 2008

Psicopedagogia de boteco

Uma amiga suburbana estudava antropologia na Uerj - a Universidade do Estado do Rio de Janeiro - e depois de uma discussão mais acalorada com uma companheira de classe foi convidada pela professora a ter uma conversinha individualizada. Já numa sala reservada, a então estudante ouve esta pérola de lição:

- Eu só queria dizer para você que os ricos também sofrem.


Em tempo: a minha amiga conseguiu se formar. A professora ninguém sabe se um dia vai ter alta da análise.

8 comentários:

Jonay Soares disse...

Vejo que gosta de assustos relacionados a mídia. Pensei em convidar-te a ser um dos jurados do Premio Blog de TV e música hospedado em:

www.premioblog.blogspot.com

Se preferir visualize meu perfil e veja as categorias disponíveis no momento.

Desde já agradeço!

Fale conosco: premioblog@hotmail.com

Bárbara Pereira disse...

Olá Jonay,

Seja bem-vindo! Vou responder para o e-mail do blog.
abs,

isabella saes disse...

E eles tb choram!!! Hahahaha!!! Lembra da novela? E bota tempo nisso. Me entreguei...

Marcelo Moutinho disse...

Oi, moça! Finalmente achei seu blog (rs). Posso te linkar lá no Pent?

Bárbara Pereira disse...

Quanta visita ilustre nesse blog!

Bela: não lembro dessa novela não. Não é do meu tempo....rs

Moutinho: é uma gentileza imensa da sua parte colocar o meu humilde blog no seu ilustre blog. è claro que pode! Obrigadíssima.

Surfista disse...

Isso é bem nome de novela mexicana que passa nas noites insípidas do SBT.

Bárbara Pereira disse...

Surfista,

quando era pequena ado-ra-va o SBT. Não perdia uma novela Mexicana. Chegava a me emocionar com aqueles dramas todos: Chispita, Maria do Bairro e outras bizarrices. Felizmente, a vida trata de botar algum juízo nas nossas cabeças. Hoje, o México está na minha vida de outra forma, na literatura. Ufa, fui salva Senhor!

abs,

Surfista disse...

Amém! Ô, glória!