terça-feira, 1 de julho de 2008

Loucuras infantis

Que criança diz o que pensa, todo mundo sabe. E todo mundo sabe também que, muitas vezes, elas pensam e dizem coisas que embaralham a cabeça de qualquer um. Uma amiga estava andando por uma rua quando a filha de uma outra amiga começa a gritar seu nome. Esbaforida, a criança afirma que tem uma coisa para contar para ela. Intrigada, minha amiga pára e ouve a seguinte pérola: "minha mãe está com celulite". Rapidamente, minha amiga pensou na possibilidade de a menina ter ouvido alguma reclamação da mãe naquela hora, nem sempre amena, de encontrar alguma salvação no guarda-roupa. O mal-entendido só se resolveu com a intervenção da babá que explicou: "querida, sua mãe está com sinusite".

5 comentários:

Surfista disse...

Por essas e outras é sempre bom ter uma escudeira fiel e com senso prático de intervenção. Se a babá não tivesse prontamente se manifestado, a coisa estaria feia. "Se a criancinha percebeu as celulites, imagina como deve estar..."

PS. Essa está no mesmo esquema do "algo" que virou "álcool".

Bárbara Pereira disse...

Oi Surfista,

se a babá não estivesse por perto, minha amiga estaria até agora pensando na imagem da celulite da mãe da menina. Convenhamos, uma visão dos infernos!

Vc tem razão, as histórias tem semelhanças.

Volte sempre!

Bárbara Pereira disse...

ah... por favor, leia o tem acima como deve ser com acento circunflexo. ou seja, TÊM!

Selma disse...

Boa essa babá, hein?
Mto bom seu blog. Vim do 'mente inquieta' da Isa Saes, ok? Abçs!

Bárbara Pereira disse...

Selma,

seja muito bem-vinda. Os amigos da Bella são meus amigos.
volte sempre!